Piso radiante


INSTALAÇÃO DE PISO RADIANTE

Onde pode ser utilizado?

Graças à vasta experiência especializada em sistemas de aquecimento por piso radiante, podemos garantir que este sistema pode aquecer e arrefecer edifícios em todas as áreas de construção, seja em:

  • Moradias unifamiliares e multifamiliares
  • Escritórios e centros comerciais
  • Edifícios culturais tais como museus, teatros e cinemas
  • Edifícios de edução e desporto como escolas, gimnodesportivos, piscinas, etc.
  • Restauração e reabilitação de edifícios antigos.

PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DO PISO RADIANTE

  • A sua aplicação, por baixo do pavimento, permite ter espaços totalmente disponíveis sem qualquer tipo de equipamento visíveis ou a ocupar espaço.
  • A temperatura é distribuída em toda a divisão de um modo uniforme.
  • Trabalha com baixas temperaturas, possibilitando poupanças energéticas na ordem dos 30%.
  • Permite uma climatização sem obstáculos nem riscos de golpes ou queimaduras, dando absoluta liberdade de decoração de ambientes.
  • Não altera a humidade do ar, não queima poeiras nem forma pó. Não cria condições para o desenvolvimento de fungos e bactérias. A circulação do ar ocorre de uma forma saudável e natural.
  • Não gera fumos nem liberta gases. O seu funcionamento é silencioso e sem emissão de odores.
  • Poderá controlar a temperatura que pretende ter uniformemente em cada espaço da habitação.
  • O sistema de piso radiante é totalmente plástico e o circuito de água é fechado.

FUNCIONAMENTO EM AQUECIMENTO

O piso radiante é um sistema complexo de tubagens, por onde circula água quente. É assim um sistema de aquecimento que “passeia” por toda a casa, por baixo do chão que pisamos.

Ora, como a água quente circula dentro da tubagem, é normal que junto ao chão tenhamos os pés sempre quentes, e em níveis superiores a temperatura “diminua”. Como o ar quente sobe, iremos assim ter as divisões da casa onde se encontre o piso radiante sempre com uma temperatura ambiente equilibrada e agradável.

Essa tubagem é embutida no pavimento, que vai permitir circular e distribuir a água quente pelas várias divisões da casa. O pavimento tanto pode ser mosaico, como chão flutuante, ou simplesmente cimento.

À entrada de cada divisão, existirá um termostato que garantirá que a temperatura ambiente seja a ideal em cada habitação. São também estes termostatos que controlam a circulação da água na tubagem.

FUNCIONAMENTO EM ARREFECIMENTO

O aquecimento por piso radiante utiliza água a baixa temperatura (entre 35ºC a 45ºC), conferindo-lhe uma grande vantagem relativamente a outros sistemas de aquecimento (quanto menor a temperatura exigida, menor o consumo de energia). O piso radiante torna-se assim adaptável a todos os sistemas de produção de água quente, incluindo sistemas solares térmicos. Pode de igual modo aliar-se com bombas de calor (equipamentos altamente eficientes), caldeiras, entre outros.

A aplicação de piso radiante é compatível com a utilização de sistemas solares, devido à baixa temperatura de serviço exigida. O sistema solar aquece água do depósito termoacumulador. Se a temperatura da água for suficiente para o fornecimento do piso radiante, alcança-se uma superior economia de funcionamento, tornando este sistema muito competitivo. No entanto, no Verão, deve existir outra aplicação para o sistema solar (AQS ou piscina, por exemplo), caso contrário torna-se num sistema economicamente inviável devido à necessidade de dissipar o calor produzido.

O aquecimento por piso radiante utiliza água a baixa temperatura (entre 35ºC a 45ºC), conferindo-lhe uma grande vantagem relativamente a outros sistemas de aquecimento (quanto menor a temperatura exigida, menor o consumo de energia). O piso radiante torna-se assim adaptável a todos os sistemas de produção de água quente, incluindo sistemas solares térmicos. Pode de igual modo aliar-se com bombas de calor (equipamentos altamente eficientes), caldeiras, entre outros.

A aplicação de piso radiante é compatível com a utilização de sistemas solares, devido à baixa temperatura de serviço exigida. O sistema solar aquece água do depósito termoacumulador. Se a temperatura da água for suficiente para o fornecimento do piso radiante, alcança-se uma superior economia de funcionamento, tornando este sistema muito competitivo. No entanto, no Verão, deve existir outra aplicação para o sistema solar (AQS ou piscina, por exemplo), caso contrário torna-se num sistema economicamente inviável devido à necessidade de dissipar o calor produzido.

Pode instalar esta solução nas paredes ou nos tetos, passando a ter sistemas ainda mais efectivos não só para aquecer como também para arrefecer. De um modo geral, o piso radiante não ocupa espaço na zona habitável e decorável da habitação, sendo oculto, o que permite integrá-lo perfeitamente em qualquer interior moderno.

Pode facilmente combinar piso radiante com parquet, tal como com pedra natural, ou materiais aglomerados. Apenas teremos que assegurar que o modelo seleccionado é um tipo de madeira estável e resistente à humidade - com indicação do fabricante que é compatível com piso radiante hidráulico - o que é bastante comum e facil de encontrar no mercado.

PISO RADIANTE COM BOMBAS DE CALOR

O sistema híbrido ar/água é indicado para aplicações que combinam AQS, aquecimento e ar condicionado. Pode funcionar nos seguintes modos: arrefecimento, aquecimento e AQS; produção simultânea de arrefecimento e AQS ou produção conjunta de aquecimento e AQS. Esta tecnologia consiste numa unidade interior, um módulo interior hidráulico e opcionalmente unidades interiores tipo multi-split e outros acessórios disponíveis, como acumuladores de AQS ou coletores solares. A bomba de calor consumirá alguma eletricidade, mas a maior parte da energia provém do ar ambiente exterior - energia renovável, limpa e gratuita. Uma vez que o piso radiante funciona a uma temperatura constante e baixa, a opção por uma bomba de calor é a opção ideal, mais económica na utilização e que melhor certificação energética proporciona ao imóvel.

PISO RADIANTE COM CALDEIRAS

Esquema de principio de funcionamento hidráulico (mecânico, elétrico, eletro-mecânico) de um sistema (circuito) de aquecimento central , por piso (chão) radiante com produção de A.Q.S.( águas quentes sanitárias) feito através de uma caldeira do tipo mural mista, esquema sem grupo de impulsão, apenas com termóstato de ambiente.

VANTAGENS DO PISO RADIANTE

  1. Menor consumo de energia, reduzidos custos de aquecimento.
  2. Construção plana de baixa espessura. Rapidez de instalação.
  3. Perfeito para renovações e modernizações.
  4. Tempo de reação rápido.
  5. Mais espaço graças aos radiadores não utilizados.
  6. Ambiente de bem-estar.
  7. Aquecimento no inverno, refrigeração no verão.
  8. Calor uniforme.
  9. Duradouro.
  10. Adequado para fontes de energia renováveis.