RENOVAÇÃO DE AR – VENTILAÇÃO

A importância da renovação de ar

Os sistemas de renovação de ar com recuperação de calor não só aumentam a eficiência energética de uma moradia, como ajudam a reduzir os custos energéticos com o aquecimento/climatização. Desta forma para que consiga garantir um constante ar ambiente interior saudável e evitar problemas com o nível de humidade interior e até o bolor, é aconselhável recorrer a um sistema automático de renovação de ar.

 

 

Como funciona a ventilação numa habitação?

A ventilação pode ser natural, mecânica ou mista, dependendo do tipo de equipamentos que a promovem.

 

Ventilação natural

-É a renovação do ar promovida pelas ações naturais (térmica e vento), que asseguram de uma forma controlada o escoamento do ar entre aberturas de admissão de ar exterior (janelas e grelhas) e as aberturas de extração de ar (chaminés).

Ventilação mecânica

-É a renovação de ar promovida por ventiladores mecânicos, que asseguram de uma forma controlada e ininterrupta o escoamento do ar entre aberturas de admissão de ar exterior e as aberturas de extração de ar ligadas a condutas. Existem sistemas com insuflação e extração mecânica e sistemas apenas com ventiladores de extração.

Ventilação mista

-É a conjugação dos dois tipos de ventilação, natural e mecânica, sendo caracterizado pela existência de extratores individuais (exaustores, extratores de casa de banho) ligados a condutas individuais.

 

 

Ventilação para habitações e escritórios

A ventilação mecânica é uma forma de ventilar os espaços que permite impor caudais de ar constantes, independentemente das ações exteriores e dos utilizadores;

As condutas têm normalmente dimensões inferiores às utilizadas em ventilação natural; A ventilação mecânica pode ter insuflação e/ou extração de ar e também recuperação de calor;

Assegura o caudal necessário a insuflar nos espaços com uma adequada temperatura interior e permite o controlo da humidade, evitando patologias nos edifícios;

Os sistemas coletivos instalados em edifícios multifamiliares, devem funcionar 24h/dia.

Para melhorar a eficiência em zonas mais frias, podem ser adotados sistemas de duplo-fluxo, com recuperação de calor, que permitem pré-aquecer o ar novo por cruzamento com o ar extraído.

 

 

Ventilação de Habitações

Os sistemas de ventilação destinam-se, sobretudo, a assegurar a qualidade do ar interior, a fornecer aos aparelhos de combustão ar novo, a evacuar os produtos de combustão e, em alguns casos, a proteger a habitação e/ou os seus ocupantes de um possível incêndio.

-Esta ventilação deve de ser feita em permanência e minimizando os consumos energéticos evita também a ocorrência de bolores, fungos e microrganismos.

-O ar novo deve de ser admitido em todos os compartimentos principais (quartos e salas) e extraído pelos compartimentos de serviço (cozinhas e WC).